Viola de Nóis Produções 10 anos – Parte I

Viola de Nóis Produções 10 anos – Parte I

Viola de Nóis Produções 10 anos – Parte I

A viola nossa de cada dia

Ela é a extensão dos braços daqueles que a utilizam como ferramenta para contar e cantar. Uma peça digna de museu, mas que não foi feita para ser somente admirada em uma parede ou guardada em uma caixa de vidro. A viola que conhecemos só tem o significado que tem por causa daqueles que lhe rendem devoção.

A viola nos braços de quem a toca vira interlocutora de alegrias, mistérios, sonhos e novas possibilidades. Já encostada em um canto, abandonada, sozinha, respira em seu bojo uma canção cheia de lamentos e incertezas. E, se a canção faz chorar, não tem problema, pois cada um tem sua verdade. Como instrumento completo que é, só o som que sai de suas cordas já preenche qualquer vazio, transformando tudo numa saudade que nem mesmo sabemos do que, ficando a critério do ouvinte narrar sua própria história e sentimentos.

Em junho, a Viola de Nóis Produções completa dez anos do que chamamos de suas atividades formais, porque, em nome desse ícone da cultura brasileira, seus componentes já trabalham, como diria o mineiro: faiz um tempão, sô!

Por aqui trabalho e prazer se misturam. Somos pessoas de sorte, porque nem todo homem consegue trabalhar com o que ama, com o objeto de sua devoção, como fazemos nessa produtora que se configura como nossa segunda família.

E essa família só cresce. A cada mês, a cada ano, mais admiradores, mais bravos defensores da música de viola chegam para somar e, principalmente, para mostrar que este som tão único, que cada violeiro tira de sua musa, não tem fronteira.

Aqui, só existimos por ela. Por isso, uma festa de 10 anos não é o bastante. Resolvemos dividir um pouco da nossa história com vocês ao longo deste segundo semestre de 2017. E, contar essa história nada mais é do que nossa forma de homenagear a viola verde e amarela que a cada dia ganha mais espaço nos palcos do Brasil e do mundo.

Preparem-se para viajar com a viola… A viola de TODOS NÓS. Afinal, esse instrumento que ganhou contornos tão nossos, pode imortalizar seu condutor com os acordes certos nos momentos mais simples e valiosos de nossas vidas.

E a viola é assim, toca quem a toca…. Mas toca muito mais quem a ouve…

Por Adreana Oliveira produzido para Viola de Nóis Produções.

Todos os direitos reservados

Agradecemos a Deus por nos permitir realizar nossos sonhos por meio da Viola de Nóis Produções. Agradecemos a todos os profissionais envolvidos na realização deste trabalho, em especial ao violeiro Arnaldo Freitas pela parceria e pela viola que nos emociona sempre, à Penumbra Filmes por mais esta produção, à Érica Montero pela bela locução,  à Vila das Artes pelo cenário, à Sra. Mônica Debs e todos os funcionários do Teatro Municipal de Uberlândia pela cessão do espaço e a toda equipe da Viola de Nóis Produções: Morleno, Paula, Valéria e Marlon nosso MUITO OBRIGADO.

Polyana Faria e Tarcísio Manuvéi

Curiosidade: A viola utilizada pelo violeiro Arnaldo Freitas na gravação deste vídeo pertenceu ao ícone da música caipira Pena Branca (da dupla Pena Branca e Xavantinho), pessoa por nós querida e admirada. Esse belo instrumento foi capa do disco “Coração Matuto” da dupla Pena Branca e Xavantinho

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *